terça-feira, 27 de agosto de 2013

Ma Ma Maryland

... Assim que peguei minha mala, olhei para trás e... não vi ninguém conhecido, olhei para o outro lado e vi minha amiga com a host mom dela e nada de aparecer os meus.

Medo? Magina, já estava pensando em como iria me intrometer no encontro das duas para pedir para a host mom dela ligar para o meu host dad já que eu comprei um cartão telefônico mas não sei usar. Bom, eu me aproximei delas e a host dela falou comigo e eu fiquei feliz de ser a host dela e não a minha. Ela me deu um cookie e ficou falando que foi ela que fez, foi nesse momento que vi um homem e um menino muito pequeno se aproximando, só imaginei que seriam eles quando chamaram pelo meno nome. 

Como esperado o pequeno de sete anos se escondeu atrás do pai dele depois de chegar até a mim, foi tudo tão rápido e inesperado que nem deu para ficar nervosa na hora. Enfim nossa viagem de ida foi rápida mas deu para falar muitas coisas, não sei o que aconteceu comigo se era a euforia ou nervosismo mas naquela noite eu tava fluente em inglês, mas foi só chegar na minha "Nova casa" e conhecer o bebê e a host mom que eu virei analfabeta em inglês. A Hosta disse que pode ser porque estava muito cansada, isso é verdade, mas eu considerava meu inglês bom mas naquela noite.... Meu Deus!

Fiquei apaixonada pelo meu quarto, muito lindo!!!!! Dei a eles os presentes e eles amaram! Eu acho né! hahahahaha pelo menos a comida eles gostaram! Fui dormir até que cedo porque estava cansadona mesmo.
No dia seguinte era sábado, mesmo que eu era nova na família o horário deles não mudou, logo cedo depois do café da manhã fomos abrir minha conta no banco e depois fomo a ginástica do Lucca (nome fictício) e depois fomos ao supermercado local para comprarmos algumas comidas porque a noite uns amigos/vizinhos iriam jantar na casa para me conhecer. Os vizinhos são bem legais, a mulher é de Taiwan e o marido da Alemanha, a menina mestiça cresceu com o Jake e os dois são muito fofos! Gostei de verdade desses vizinhos. Jantamos o que eles chamam de "Café da manhã Jantar" ou seja, o jantar é quase como um típico café da manhã. Tivemos Waffles, uma omelete com abacate à la Californiana e suco de laranja.

Falando no suco no começo eu odiei, mas me acostumei, mas tenho que dizer que o brasileiro é mil vezes melhor.

No domingo acordamos, fomos andar de bicicleta e quando voltamos fomos direto para o treinamento de baseball do Lucca, tenho que confessar o quão lindo é essa cidade, muitas arvores e muitas casas típicas. O que acho mais legal é que onde o Lucca pratica baseball, é um espaço público, enorme, com muitas quadras e espaços para diversos esportes, e tudo muito bem tratado, de graça além das aulas, tudo incrível.
Tudo aqui parece tudo tão falso de tão perfeito e incrível que é, a frase que mais uso é "é como nos filmes".

Eu sei que tudo no começo é tudo maravilhoso, mas vamos analisar, para uma pessoa que saiu de uma cidade grande, para ir ao interior americano onde quase não existe carros nas ruas, transito é desconhecido e silencio é permanente, sim tudo é lindo e perfeito. 

Provavelmente amanhã postarei em como foi meus primeiros dois/três dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário