domingo, 15 de julho de 2012

"Você conhece meu nome, não minha história" - Demi Lovato

Uma coisa que me irrita é o fato de ser fã é complicado, para muitos que não sabem o que é isso pensam mais ou menos assim:

Fã: Pessoas mal amadas, escandalosas, perigosas e loucas atrás de famosos que não sabem que eles existem.

LOUCAS é assim que as pessoas costumavam/costumam pensar de mim, confesso que já fiz coisas que não são normais, só que por momento algum, ninguém perguntou o porque fazemos isso, o que sentimos com nossos ídolos e o porque não desistimos. Realmente é muito preconceito, somos julgados sem ao menos conhecerem nossos reais motivos.

Mas um dia pensando... muitos que me julgavam de algum modo, também tinham suas próprias obsessões, e reparei que a moral estava escassa, para deixar mais claro o meu pensamento vou mostrar o que as pessoas costumam falar.

1. Seu ídolo não sabe que você existe.
Agora eu te pergunto: Um torcedor fanático de qualquer esporte, por acaso os jogadores sabem que eles existem?

2. Você gasta muito dinheiro com besteira (cd/show/revistas, etc)
Vai me dizer agora que não vão aos jogos, não comprar uniforme, bandeira, etc?

3. Vocês são loucos, gritam e quase se matam um show, vocês me assustam.
Somos loucos sim, loucos pelos nossos ídolos, só queria que me mostrasse um fã que matou outro fã por seu ídolo, podemos até ter brigas, mas quase nunca é física, agora se me dizer que futebol e briga entre torcidas organizadas não ocorre fisicamente e que não há morte você estará mentindo.

Nós fãs podemos ser compreendidos, mas pelo contrário todos nós temos os mesmos sonhos, e quando necessário nos unimos muito, todos em nome de um amor único por seu ídolo, que podem não saber exatamente  quem é quem dos seus fãs, mas sabem que existem milhares de pessoas que se os amam e que estarão sempre ao seu lado apoiando em tudo, ou quase tudo. Então, não venha me dizer que não sou ninguém para meu ídolo, eu faço parte de um grupo, não venha me julgar sem conhecer minha história.

Respeito vem em primeiro lugar, antes de julgar tente conhecer.

Ronnie Garbo





Nenhum comentário:

Postar um comentário