sábado, 18 de fevereiro de 2012

Furacão de sentimentos

Olá blog, quanto tempo não?

Já acostumei a começar um post depois de um tempão sem postar, começando a contar como estou agora. Pois bem, graças a uma amiga Portuguesa conhecida intimamente como Boss, me fez chorar, a um tempo eu estou segurando esse choro, a um tempo estou segurando um mar de dúvidas e tinha esquecido completamente que meu remédio é meu próprio diário. :)
Antes mesmo da minha vida se tornar um pesadelo real como foi a partir de Agosto de 2011 eu resolvi começar uma fanfic, escrever pode talvez ser meu forte, mas não uma história, no passado eu até tinha tentado, mas por falta de inspiração minha primeira história começava e terminava em apenas uma linha.  Confesso que não tenho ideia de como tudo isso começou, mas foram exatamente sete meses escrevendo um romance baseados em personagens reais, teve dias em que escrevia muito, outros bem pouco, talvez foi inspiração que veio por desespero, ou eu escrevia ou eu estudava, enfim se quase repeti de ano, não preciso comentar qual foi a minha escolha!
Enfim, na média foram 16 capítulos, eram para ser uma fanfic de anos, eu quando comecei, me imaginava daqui a anos ainda escrevendo, só que pelo visto o destino prova mais uma vez que não somos nós que decidimos nosso amanhã e ao longo da história eu fui percebendo que não estava seguindo o ramo que eu queria, eu estava escrevendo um romance sobre duas pessoas que estavam separadas, qual era o sentido de escrever algo diferente da realidade? Como já não estava me agradando então finalizei, demorei quase duas semanas para postar, não posso negar que foi doloroso, assim como esse blog, Give Me One More Chance foi minha bengala a superar tudo que passei naquele fim de ano.
Bastou apenas um comentário que vamos dizer que é quase um texto da Boss que eu cai em lágrimas, vou sentir falta dos comentários dela, vou sentir falta daquele blog.
Mas antes que alguém pense que sou chorona aos meus quase 18 anos, está bem enganado, não sou mais assim, tem muita coisa na minha vida acontecendo, como eu disse eu estou confusa, confusa demais. Toda vez que perguntam o que eu sinto minha única resposta é "eu não sei", porque é a realidade, não sei o que dizer, não sei dizer se é ou não por alguns motivos que estão rondando minha cabeça.
Para ser franca a história é o seguinte, eu me traumatizei e me machuquei demais com o lance todo com o Angel, por mais que já tenhamos feito as pazes, amizade  não tem mais, nunca existiu na verdade eu que criei para um outro objetivo, eu já aceitei esse fim porque afinal tenho pelo menos essa certeza, tudo aquilo é passado, realmente ainda bem, não há mais nenhum sentimento em relação a ele. Recentemente tive algumas acontecimentos relacionados com o "passado Angel "que vieram me assombrar, mas graças a Deus recuperada eu afastei tudo isso e pude ter a certeza eu superei.
Conversando com o Devil cheguei a conclusão que eu tenho medo de amar, mas para ser sincera eu tenho motivos... Ai vem duas pessoas que eu tenho medo, pavor de estar gostando, não quero amar e não ser amada, não até ter a certeza do que o outro sente. Tenho medo de também nunca existir o "certo" para mim, ma sei lá...
Por outro lado minha vida está tão boa, mas tão boa que eu tenho até medo de que tudo seja uma mentira, enfim. Conclui meus medos e felicidades, espero que volte aqui logo com novidades :)

Até a próxima,
Ronnie Garbo

Nenhum comentário:

Postar um comentário