quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Nem tudo que acaba tem final

Hoje estava voltando da escola, do último dia de escola, e fantasiada encontrei na portaria do meu prédio uma pequenina com três anos de idade, ela me contou um pouquinho da sua boneca e a pergunta  foi mais ou menos assim:


"Porque você está usando fantasia?"

Eu respondi  a ela que era meu último dia de aula, ela retrucou dizendo que na escola dela não tinha isso, usando o uniforme do colégio que estudamos eu contei que era da mesma escola que ela mas que eu não teria mais aula, nunca mais.
Luiza ficou triste porque ela não podia usar fantasia, antes de ir embora eu disse a ela que o dia dela vai chegar mas que para isso faltam muitos anos.
Não sei exatamente o que me tocou mais, eu já tinha chorado um pouco na escola, mas acho que foi inveja por ela ainda ter mais anos pela frente, me despedi e tremendo eu voltei a chorar.
Eu sei de tudo que reclamei, eu sei que nem tudo me agradou, mas o que mais odeio é me despedir, eu não gostava daquela escola, por  mais que eu tentava me convencer do contrário eu amo aquele lugar e não to preparada para deixar tudo aquilo para trás.
Eu tenho mania de ficar observando e hoje não foi diferente, eu olhei para cada um que estava naquele ginásio, fantasiado, sorrindo ou chorando eu queria que isso fosse eterno, Sou péssima para me expressar mas sou pior ainda a ser fria, pudera eu ser assim e não me machucaria tanto ir embora sem olhar para trás, mas eu não consigo, eu não posso.
Eu nunca me senti 100% completa e confortável lá, mas o medo de seguir em frente com uma vida totalmente nova, e saber que eu nunca mais verei a maioria deles dói.
Minha ficha caiu, naquele momento em que largamos nossas bexigas com as sementes e deixar  voar pelo ar e encontrar um lugar seguro para futuramente ser nossa planta dos sonhos. Muitos de nós temos sonhos para o futuro, tivemos anos para esperar para chegar a hora e agora, acabou a escola, acabou uma grande fase da vida.
Fiz uma pequena pesquisa para saber se daqui uns vinte anos ainda terei contato com meus amigos, e apenas um ainda se comunica com amigos do Colegial, me pergunto se eu serei como a maioria e nem lembrar que um dia tive amigos de anos.
Tenho pessoas que fizeram meus sonhos se realizarem, tem outros que ajudei a se realizar, tem outros que briguei a vida inteira mas que no final se tornou inseparável, entre outras como já disse, eu ainda não estou pronta para abrir mão de tudo isso.
Fico dividida entre avançar no tempo ou permanecer, quero ter novas experiências, criar uma nova história mas não queria largar esses que estiveram comigo até... hoje.
Bom, acho que hoje falei tanto que devo até ter repetido algumas coisas, mas acho que pude dizer tudo que sentia.
E se caso nem eu mesma não consiga me expressar melhor, minha tremedeira e lágrimas podem ser silenciadas com a esperança de talvez um futuro diferente sem ser esquecida.
É esse é meu maior medo ser esquecida, todos hoje estarão em memórias ou apenas em fotos, mas aqueles, aqueles que marcaram não serão esquecidos.

Ronnie Garbo



Nenhum comentário:

Postar um comentário