sexta-feira, 15 de abril de 2011

Prova de resistência

A um bom tempo eu fiquei sabendo que finalmente minha cantora favorita viria ao Brasil pela primeira vez, depois de cinco anos a esperando eu não tinha dúvidas que iria no show, e sabia que o preço do ingresso não iria ser nem um pouco agradável, então começei a guardar dinheiro desde o Natal, sabia que meus pais não me a pagar, foi difícil para mim, principalmente quando eu sou uma descontrolada quando se trata de compras. Até esse momento nada estava dando errado, até que....
Nunca fui organizada, não mesmo, como sempre saio com minha carteira, costumei deixar meu dinheiro na gaveta, porque se levasse comigo poderia correr o risco de perder ou gastar, como nunca tinha sumido nada, continuou lá, um dia resolvi ir no cinema, quando fui juntar meu dinheiro que estava espalhado percebi que faltava R$70,00, não me assustei, começei tirar tudo da gaveta (que é muito grande por sinal) e começei a procuras, quando estava quase vazia meu desespero começou a me invadir. Confesso que minha organização não ajudou muito, mas eu tinha certeza que tinha deixado R$100,00 lá, tinha certeza. Naquela época minha antiga diarista havia desaparecido (literalmente) e nossa antiga faxineira havia voltado a trabalhar em casa, o dinheiro sumiu entre a saída de uma e entrada de outra, não queria acusar nínguém, havia chances de eu ter me esquecido que havia gastado aquele dinheiro, minha memória nunca foi boa, mas eu estranhei, porque lembraria se gastasse toda essa grana, mas resolvi esquecer esse detalhe e começar tudo de novo.
Todo mês recebo R$60,00 reais para pagar o almoço na minha escola, (que meu pai nunca leia isso), mas eu guardo esse dinheiro para gastar comigo, e esse ano ele teria uma função mais útil, com R$60,00 na carteira estava animada a não desistir, umas semana depois eu tinha apenas 40! Eu chorei, eu não podia estar louca, naão queria acreditar que tinha perdido mais 20 reais! Aquilo tudo era uma prova de resistência? Eu avisei minha mãe, assim como eu estávamos desconfiando da nossa faxineira, mesmo assim eu não quis acreditar e não acreditei, para mim tudo era erro da minha pobre memória.

Sou uma idiota, quando finalmente alcancei aos R$100,00 de novo deixei minha carteira dentro do armário, contra a minha consciência e por segurança, toda vez que chegava em casa e minha faxineira já estivesse ido embora, eu conferia meu dinheiro, naquela mesma semana, cheguei em casa e fui contar minha grana, advinha? tinha apenas R$80,00! Chorei de novo! aquilo era algum tipo de piada? alguém não estava querendo que eu fosse ao show, aquilo não poderia estar acontecido comigo. Está certo que eu não deveria ter deixado meu dinheiro em casa, mas acho que no fundo não queria acreditar que aquela moça que trabalha há anos na família, aquela que eu adorava, estava me roubando, além do mais quem não se sente mal "acusando", mesmo mentalmente. de roubo? Como poderia pensar que estava sendo roubada dentro da minha própria casa? Eu confiei nela,  eu sou burra, estúpida por confiar demais nas pessoas, eu já deveria ter aprendido com isso, mas não, eu quero ser boazinha e acreditar que as pessoas são boas. Como sou ingênua. Deve ser isso que ela penou quando roubava meu dinheiro. Mesmo depois de ter sido roubada R$110,00 na minha própria residência, meus pais não acreditaram em mim, não por completo, e tiveram a prova final quando fizeram um teste.

Sim, eu chorei, ridículo não? chorar por dinheiro? quantas pessoas com motivos reais para chorar e eu chorando por dinheiro! Mas eu paro e penso, é o meu sonho, estou enfrentando barreiras para realiza-los e não sou forte o suficiente para não chorar por isso, pode ser uma reação egoísta, mas nínguém iria cobrir o meu dinheiro roubado, passei meses  sem almoçar para depois perder tudo? Não, eu não acho isso certo, chorei e chorari de novo, mas, graças a Deus no final deu tudo certo.

Datas confirmadas, lugares confirmados, próximo passo é o início da venda do ingressos, minha avó linda me deu de aniversário R$200,00 e eu tinha mais 80, não esperava que o ingresso fosse muito mais caro que isso, não esperava. E adivinha o que aconteceu? me enganei de novo! não foi um pouco mais caro que isso, foi muito, muito mesmo, com a taxa de conveniência paguei no total R$406,00 uma facada na carteira e um ataque de coração nos meus pais. Levei uma grande bronca, mas eles cederam, mesmo odiando minha cantora favorita, eles sabem o quanto ela significa para mim.Olha não é fácil ser fã, mas quando estamos próximos de nossos ídolos, tudo parece ser tão simples, cresci muito graças a eles, não me arrependo de nada que fiz por eles até hoje, e sou muito feliz com isso.
Estou animadíssima para o show, ansiosa desde o ano passado hahaha, mas tenho orgulho de dizer que não desiti, e nunca vou. Eu irei realizar meus sonhos e não tenho duvida disso, mesmo que eu tenha que cometer e aprender várias e várias vezes os mesmos erros.

Sobre o que aconteceu com a minha faxineira.... depois de roubar 110 meus e 40 do meu pai, ela foi demitida, mas antes deixei um recado na minha carteira essa semana e tenho certeza que se ela foi em busca de mais dinheiro, ela viu: "HAHAHA".

Desde que ela me roubou nunca mais a vi, também não faço questão de ve-la ainda não me conformei de ter acreditado nela, se a encontra-se não iria humilhá-la espero que ela faça bom uso do meu dinheiro.

Boa Noite.
Ronnie Garbo

Nenhum comentário:

Postar um comentário