quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Another Angel

Acho que nunca comentei com vocês que eu tenho um outro anjo.. na verdade acabei de perceber que ela é um anjo para mim, tenho uma amiga em que ela é muito mais do que uma amiga (CALMA AI GALERA NÃO LEVEM PARA O OUTRO LADO ) essa vai ser a única de minhas amigas em que eu vou falar o nome dela verdadeiro porque quero que não apenas eu mais todos tenham ela como exemplo, o nome dela é Marina meu maior exemplo a história dela é mais que emocionante e incrível que eu já conheço !


Conheci a Marina em 2005 mas me aproximei mais dela depois de 2006 após ter ocorrido algo que mudou a vida dela e a minha.


Em 2005 a Marina começou com uma dor de cabeça forte todos os dias o estranho era que a dor de cabeça dela sempre vinha quase no mesmo horário SEMPRE nos pediamos para ela ir a enfermaria mas ela não gostava muito de ir ... e eu ficava apenas observando ela chorar de dor.



Um ano se passou e tive uma notícia que me deixou assustada no ano seguinte,Marina havia descoberto que estava com um tumor no cerebro, pior de tudo ela havia perdido quase toda a visão, e foi ai que nossa classe se tornou mais unida e comovida e pronta para recepcionar a volta da Marina, afinal era uma nova e MUITO DIFÌCIL fase que ela estava para enfrentar, fiquei imaginando o que se passava na cabeça dela, como ela teve que ser forte, pois para ela um dia ela estava com dor de cabeça e no outro ela acordou e a única coisa que ela via era apenas vultos, eu percebi que era naquele momento que ela vao mais precisar dos amigos até mesmo aqueles em que ela não era muito próxima como EU.

Não foi fácil para ela na verdade não é fácil para nenhuma pessoa e aquele ano foi uma grande transformação na vida dela e de todos que a conheciam ...

Marina começou a frequentar uma instituição chamada Dorina onde foi criada para ajudar e amparar pessoas com deficiencia visual, lá ela aprendeu a escrever em braile a mão com apenas um tipo de agulha, depois ela ganhou uma máquina de escrever em braile e aprendeu muito mais coisas que eu não sei bem, pois eu não tinha coragem de e ainda não tenho de perguntar coisas sobre esse assunto , tenho medo de magoa-la.

Então em 2006 eu me aproximei demais da Marina apoiei ela acompanhei o ano todo , passava os intervalos e chamava ela para sair, durante aquele ano não tenho a mínima noção do que se passava na cabeça dela eu apenas queria me divertir com ela, infelizmente a Marina era muito fechada e não falava muitos sobre seus sentimentos e eu respeitava muito isso, lembro até hoje que um dia levei ela em uma festa de minha amiga e no meio da festa ela sentou e começou a chorar e eu não sabia bem o que dizer para ela porque ELA NÃO ME FALAVA NADA e eu até poderia dar bons conselhos, mas acho que ela pensou que eu não era a pessoa certa para falar sobre o que a incomodava.

Em 2007 eu e a Marina já eramos MUITO PRÓXIMAS MUITO MESMO sempre que dava a gente saia para o shopping, cinema ou para casa dela ou a minha, hoje passar momentos com a Marina significa dar muita risada significa me divertir muito faz muito tempo em que não a vejo chorando, ela continua indo a escola , onde ela ultiliza um note book para escrever tudo em que o professor fala; ela é uma máquina de escrever ela decorou o teclado e ouve e anota tudo e tira notas muitos altas especialmente em redação, ela é a pessoas que escreve melhor que já vi e é uma ótima crítica, além de sincera, mas não vão achando que ela é santa nãoo porque ela não é , hahaha ela sabe muito bem falar besteiras ela é muito safadinha.. ps: ela vai me matar por isso



O note book dela ajuda ela a se comunicar com o mundo, nele tem um programa que le para ela tudo que esta no computador, assim que comunico com ela até hoje após ela mudar de escola, se não é no telefone ou quando a gente sai. Para andar a Marina ela não usa bengala, em lugares em que ela vive constantimente como escola e a casa dela ela já conhece de cor o caminho e como ela consegue ver vulto ela não bate em quase nada caso ao contrário ela é conduzida por alguem, hahaha quando ela sai comigo eu tenho dó dela ela segura no meu braço, mas eu não sou a melhor pessoa para conduzir, ela não teve sorte na hora de escolher a amiga, ahhh mais eu sei que ela me ama =P

Ah esqueci da falar quando eu fui comprar um presente para ela fiquei preucupada pois, não acava o presente certo, até descobrir que eixistem livros que são lido por pessoas e gravados em cd e vendido, mas não são fáceis de encontrar, existem muito pouco desses livro e exitem muito pouco de livros que são vendidos assim !


Hoje eu não sei se minha vida seria como está hoje sem a Marina ela superou tudo que ela passou e continua de cabeça em pé sem desistir de nada quando eu choro penso nela e vejo que meus problemas são MUITOS menores do que os delas na verdade nem chegam aos pés do que ela sofreu e ela foi forte o sufciente e vive hoje com um sorriso no rosto SEMPRE.


Não conheço defeitos nela, ou nunca reparei ... ela é uma ótima amiga, incrível, comédia, alegre, inteligencíssima, corajosa e muito forte,paciente pois é ela que me aguenta no telelefone falando dos meu problemas com a raça masculina , com meus problemas escolares , meus problemas co a família e até mesmo problesmas que não são meus prolemas ! isso para vocês verem como ela sofre comigo! Tenho o maior orgulho e felicidade em conhecer e maior ainda em ser a amiga da Marina.

Afinal passei os melhores e mais comediantes momentos de minha vida
Ronnie.

Nenhum comentário:

Postar um comentário