quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Livre por algumas horas

Outro dia estive em um lugar que considero mágico, um lugar lindo, um lugar conhecido como shopping... conhecido por mim como refúgio, quando estou no shopping principalmente com meus amigos me sinto livre de tudo, livre de todas minha preucupações, livre da minha mente, quando estou no shopping me divertindo eu penso em apenas em mim coisa que normalmente nunca faço.
Enfim.. parece estranho falar que um shopping é tão maravilho como eu disse, mas no meu caso foi "O DIA", infelizmente não estava lá por diversão e nem para gastar dinheiro, eu estava lá para trabalho escolar... (DESSA VEZ NÃO É IRONIA) eu sei que vocês estão pensando sobre estar em um shopping para trabalho.. mas era mesmo um trabalho.. meu grupo e eu tínhamos que tirar foto de lojas, pegar catálogos de roupas e ter inspiração para nosso desafio do ano, temos que criar um produto que faça bem ao meio ambiente, parece fácil no começo mas tudo que pensamos já esxitia...é serio não é nem um pouco fácil .. mas esse será o melhor trabalho de escola...temos que criar site, fazer um catálogo para nosso produto, fazer um comercial e até apresentar em outras línguas para os estrangeiros que iram conhecer nosso produto, advinha que país eu irei representar??? ESPANHA minha língua "FAVORITA" ¬¬' !! um trabalho que é uma loucura muito divertida! =].
Resolvemos ir em um dos shoppings mais caros de São Paulo, e não poderíamos vestidos de qualquer jeito, como diz minha mãe, vestidos como mendigos, tínhamos que estar vestidos de acordo com o local em que íamos, eu e minhas amigas resolvemos ir de salto PÉSSIMA IDEIA andamos que nem camelo naquele shopping e quando cheguei em casa parecia uma amante com os sapatos na mão andando de fininho.. não aguentava mais por o pé no chão, doía muito! (não façam isso em casa)
Problemas que ocorreram:
1- eu havia trazido R$20,00 e um hamburguer custava "apenas" QUINZE REAIS como eu iria sobreviver o resto do dia naquele shopping onde só tem coisas "baratas" ???
2- precisavamos de fotos de vitrínes de lojas (pedido da professora) mas quando começamos a tirar as fotos , fomos chamadas a atenção de um guarda dizendo que só podíamos tirar fotografia com a permição dos lojistas... (que lojista iria acreditar em nós vestidos de mini- execultivos dizendo que era apenas para trabalho escolar?? eles achavam que queríamos roubar a ideia deles), tínhamos que tirar aquelas fotos, mas como? a Bia (nome fictício) teve uma ótima ideia .. poderiamos fingir que ela e a Babi eram estrangeira... que país ? ALEMANHA assim poderiamos dizer qualquer bobeira que ninguém entenderia! e ainda por cima tirar fotos, porque quem irá impedir de estrangeiros de tirar fotos???
Um dia divertido e dolorido... no final do dia fomos a cobertura do shopping e apreciamos a linda paisagem de São Paulo com pouquíssimos prédios e esperamos meu pai chegar !

Nenhum comentário:

Postar um comentário